Você sabia que um bom planejamento financeiro pode livrar o seu negócio de impostos inesperados e gastos extras? De nada adianta ter um bom produto e uma administração competente se faltar dinheiro para garantir que a empresa seguirá assim pelos próximos anos.

Neste post, você vai ver algumas dicas sobre como cuidar bem das finanças da sua empresa e quais são as práticas mais indicadas para equilibrar as contas e fazer o dinheiro render. Vamos lá?

1. Estabeleça metas

As metas servem como um norte para a sua equipe. É por meio delas que os próximos passos vão ser definidos. E não só isso — as metas ajudam a mensurar o sucesso da empresa.

E como isso pode ser feito? Imagine que você tenha definido algumas metas específicas de faturamento. A empresa vai ser bem-sucedida à medida que for capaz de cumprir (e até exceder) essas metas.

2. Trace um plano de ação

Se as metas são o norte, o plano de ação define as melhores rotas para se alcançar esse norte. Assim, se torna possível definir com clareza quais recursos você precisa dispor e quais são os pontos fortes e fracos das finanças.

Onde os gastos são excessivos? Quais são os maiores problemas da empresa? Quanto movimentar para evitar prejuízos? É importantíssimo responder a essas perguntas.

3. Defina bem os preços

Muitos empreendedores erram na hora de definir um preço simplesmente por que só usam os outros produtos do mercado como métrica. A melhor maneira de encontrar o preço certo é entender qual é o benefício do seu produto e associar um custo a ele.

Desse modo, o equilíbrio custo-benefício faz com que o cliente invista em você. Qual é o valor que o seu produto gera para os seus clientes? O que o diferencia dos outros disponíveis no mercado?

4. Invista em tecnologia

Existem inúmeros softwares que facilitam muito a gestão financeira. Desde a emissão de nota fiscal e boletos até cálculos de fluxo de caixa e elaboração de relatórios.  A ideia é que a informação possa chegar de maneira veloz às suas mãos, tornando as tomadas de decisão mais ágeis.

Por isso, o empreendedor atento aos constantes avanços tecnológicos como ferramentas para seu planejamento financeiro,  está vários passos à frente  dos seus concorrentes no seu segmento de mercado.

5. Projete outros cenários

Muitas vezes, as crises são absolutamente inesperadas e pegam o seu orçamento de surpresa. Todo negócio conta com inúmeras despesas e é importante dimensionar o seu retorno para os mais diversos cenários: crises, inflação, aumento de clientes, demanda alta, demanda baixa e por aí vai.

Um bom planejamento financeiro, como você viu, é essencial para garantir que a sua empresa tenha verba para reinvestimento, expansão da marca, estratégias de marketing e, claro, para o recolhimento dos impostos. Assim, as dicas listadas servem para garantir que a sua empresa tenha estrutura financeira para alcançar um patamar mais alto que os concorrentes — por isso, não se esqueça de pôr em prática tudo o que aprendeu aqui.

Gostou do assunto do nosso post? Ficou com alguma dúvida? Então, conte para gente nos comentários!

Powered by Rock Convert